Premiê grego pede que credores da UE/FMI ofereçam concessões

terça-feira, 12 de maio de 2015 14:52 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia ofereceu tudo que pode e agora é a vez de os credores da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) de ajudar a dar fim a um impasse nas negociações de um acordo que liberaria recursos em troca de reformas econômicas, disse o premiê grego, Alexis Tsipras, a seu gabinete nesta terça-feira, de acordo com uma autoridade do governo.

"O lado grego até agora cumpriu tudo aquilo que a decisão do Eurogrupo em 20 de fevereiro previu. Deu tantos passos quanto possível em direção ao lado dos parceiros europeus, mostrando na prática seu respeito aos procedimentos, às regras e à estrutura da zona do euro", disse Tsipras a seu gabinete, segundo a autoridade.

"Agora é a hora de nossos parceiros darem os passos necessários para que provem na prática seu respeito ao mandato popular e democrático".