GM para fábrica em Gravataí por falta de acordo em frete de transportadoras

terça-feira, 12 de maio de 2015 16:28 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A General Motors informou nesta terça-feira que suspendeu a produção de sua fábrica de carros compactos em Gravataí (RS) por falta de acordo de frete com transportadoras de veículos Tegma e Transzero.

A unidade produz os modelos Onix, Prisma e Celta e, segundo a GM, teve de suspender a produção depois que Tegma e Transzero paralisaram a retirada dos carros produzidos pela fábrica.

"Após fechar acordo com todas as transportadoras de veículos nas fábricas de São Caetano do Sul (SP) e São José dos Campos (SP), a GM lamenta a decisão de Tegma e Transzero de paralisarem a retirada de carros da fábrica de Gravataí", afirmou a montadora norte-americana em nota à imprensa.

Procurada, a Tegma não comentou o assunto e a GM evitou dar mais detalhes. Já a Tranzero afirmou que a empresa não paralisou operações, mas que se "houver paralisação, ela ocorreu por parte de motoristas terceirizados".

A suspensão da produção ocorre no momento em que as vendas de veículos no país acumulam queda de 17,5 por cento de janeiro a abril ante o mesmo período do ano passado e em que os estoques de veículos novos à espera de comprador atingiram no mês passado nível suficiente para 50 dias de comercialização, segundo dados da associação de montadoras, Anfavea.

"Nós reafirmamos o compromisso de continuar as negociações sobre o custo do frete e esperamos alcançar um acordo que não comprometa a competitividade dos produtos Chevrolet no mercado brasileiro", afirmou a GM no comunicado.

(Por Alberto Alerigi Jr.)