Grupo liderado por Itaú processa Schahin por US$371 mi em empréstimos vencidos

quarta-feira, 13 de maio de 2015 07:32 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Treze bancos brasileiros e internacionais abriram um processo na terça-feira em Nova York contra duas unidades do conglomerado de engenharia e petróleo Grupo Schahin para recuperar 371 milhões de dólares em capital e juros de empréstimos vencidos.

O processo ocorre semanas após a Schahin pedir recuperação judicial no Brasil e nos Estados Unidos, demitindo 2.500 trabalhadores conforme o escândalo de corrupção na Petrobras, sua importante cliente, dificultou seus esforços para refinanciar até 6,5 bilhões de reais em dívida.

Os bancos, liderados pela filial baseada nas Ilhas Cayman do Itaú Unibanco, buscam recuperar garantias dadas como colaterais de empréstimos feitos em 2009 para a companhia de leasing de equipamentos para a indústria de petróleo Deep Black Drilling LLP e com garantia da Schahin Engenharia.

O processo também envolve a Schahin Holding, mostraram documentos judiciais obtidos pela Reuters.

Outros bancos incluem as unidades nas Ilhas Cayman do Bradesco, a unidade brasileira do HSBC, o Santander Brasil e o colombiano Bancolombia.

(Por Anthony Boadle)