Economia grega volta a entrar em recessão no 1º trimestre

quarta-feira, 13 de maio de 2015 09:41 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A economia da Grécia encolheu 0,2 por cento no primeiro trimestre, voltando à recessão num momento em que a turbulência política colocou os freios em uma frágil recuperação, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira.

No ano passado a economia da Grécia emergiu de uma recessão de seis anos, mas tem enfrentado dificuldades nos últimos meses depois da volta da turbulência política no final do ano passado, levando à antecipação das eleições e a esquerda ao poder com um programa contrário às medidas de austeridade.

A contração vista no período de janeiro a março, com base em dados ajustados sazonalmente do serviço de estatísticas Elstat, seguiu-se a um declínio de 0,4 por cento no último trimestre do ano passado.

Isso foi melhor do que o esperado, já que os analistas consultados pela Reuters previam uma contração de 0,5 por cento no primeiro trimestre.

"O PIB grego continuou encolhendo no primeiro trimestre por causa do enfraquecimento da confiança empresarial em meio a um período prolongado de negociações entre o governo e os credores, bem como a deterioração das condições de liquidez", disse Nikos Magginas, economista sênior do Banco Nacional da Grécia.

O governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras está há meses travado em negociações com os credores sobre um acordo para obtenção de recursos em troca de reformas. O país precisa de um acordo para desbloquear a ajuda nas próximas semanas e assim evitar ficar sem dinheiro.

Na comparação anual, o PIB ajustado sazonalmente cresceu 0,3 por cento, um pouco acima da expansão de 0,2 por cento projetada por analistas, mas desacelerou em relação à taxa de 1,3 por cento no quarto trimestre.

 
Bandeira da Grécia ao vendo na Acrópole, em Atenas. 13/05/2015 REUTERS/Alkis Konstantinidis