Banco chinês ICBC e Caixa vão criar fundo de R$50 bi, dizem fontes

quarta-feira, 13 de maio de 2015 20:31 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Caixa Econômica Federal e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC) criarão um fundo para investimentos em infraestrutura no Brasil de 50 bilhões de dólares, disseram nesta quarta-feira duas fontes do governo com conhecimento do tema.

O fundo será financiado completamente pelo ICBC, mas ambos os bancos precisam estabelecer o marco regulatório para tomar decisões sobre os projetos, garantiram as fontes brasileiras, que pediram para não ser identificadas.

O plano será oficialmente anunciado quando o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, visitar o Brasil na semana que vem, acrescentaram.

Os governos concordaram que o fundo financiará uma linha ferroviária que irá da costa brasileira no oceano Atlântico até a costa peruana no Pacífico a fim de reduzir os custos de exportações para a China, afirmou uma das fontes.

O fundo também financiará um empreendimento conjunto para produzir aço no Brasil.

Em janeiro, o presidente chinês, Xi Jinping, se comprometeu com 250 bilhões de dólares em investimentos na América Latina durante os próximos 10 anos, como parte das tentativas do gigante asiático, ávido por recursos naturais, de ganhar terreno numa região que durante um longo tempo foi influenciada pelos Estados Unidos.

No ano passado, China e Brasil concordaram com um financiamento de 7,5 bilhões de dólares para a mineradora Vale e a compra de 60 aeronaves de passageiros da Embraer.

A Caixa não quis comentar o assunto. Não foi possível obter declarações do Ministério das Relações Exteriores de imediato.

(Reportagem de Alonso Soto e Guillermo Parra-Bernal)