Decreto presidencial inclui Celg Distribuição em programa de desestatização

quinta-feira, 14 de maio de 2015 07:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff incluiu por meio de decreto publicado nesta quinta-feira a distribuidora de energia goiana Celg D no Programa Nacional de Desestatização, segundo publicação no Diário Oficial da União.

O decreto entra em vigor nesta quinta. A Eletrobras concluiu a compra do controle da Celg D no final de janeiro deste ano, pagando 59,45 milhões de reais para ficar com 76.761.267 ações ordinárias da empresa, o equivalente a 50,93 por cento do capital.

(Por Priscila Jordão; Edição de Luciana Bruno)