May 14, 2015 / 8:24 PM / 2 years ago

Cena externa favorece alta do Ibovespa em dia volátil com cena corporativa

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou em alta nesta quinta-feira, após sessão volátil ajudada pelo quadro positivo dos pregões no exterior, enquanto Banco do Brasil exerceu pressão negativa após o resultado do primeiro trimestre desagradar investidores.

O Ibovespa encerrou com acréscimo de 0,5 por cento, a 56.656 pontos, após recuar 0,47 por cento no pior momento e avançar 0,97 por cento na máxima da sessão. O volume financeiro alcançou 6,5 bilhões de reais.

Wall Street experimentou um dia de fortes ganhos, com o S&P 500 fechando em nível recorde, amparado nas perspectivas favoráveis paras as vendas de multinacionais norte-americanas diante da debilidade do dólar.

Destaques

=BRADESCO e ITAÚ UNIBANCO fecharam em alta de 2,43 e 0,98 por cento, respectivamente, recuperando-se de perdas em pregões recentes e endossando a trajetória positiva na Bovespa dado o forte peso dos papéis no índice.

=BANCO DO BRASIL caiu 3,85 por cento, apesar do lucro excepcionalmente forte no primeiro trimestre, que não foi suficiente para amenizar temores do mercado com a qualidade da carteira e a baixa rentabilidade do banco.

=KROTON avançou 4,59 por cento e corroborou o fechamento no azul. A corretora Brasil Plural destacou em nota a clientes que os resultados de empresas de educação provaram nos balanços do primeiros trimestre que é possível executar um ciclo de consumo bem sucedido, mesmo em um cenário com o programa de financiamento Fies afetado.

=ECORODOVIAS e CCR foram destaque na ponta positiva, com respectivos acréscimos de 5,98 e 3,88 por cento, em movimento endossado pelo forte alívio na parte longa da curva futura de juros local. Fontes do governo também disseram à Reuters na quarta-feira que a Caixa Econômica Federal e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC) criarão um fundo para investimentos em infraestrutura no Brasil de 50 bilhões de dólares.

=JBS terminou estável, após ganhar quase 4 por cento na máxima, em meio à notícia de que o lucro saltou para 1,4 bilhão de reais no primeiro trimestre. Em teleconferência nesta manhã, a companhia disse ainda estar focada em melhorar o perfil da dívida.

=PETROBRAS encerrou em queda, após ganhos na primeira etapa, de sessão com relatório do UBS elevando os preços-alvos das ações. A deterioração acompanhou a fala da presidente Dilma Rousseff ressaltando manutenção de política de conteúdo local e modelo de partilha.

=VALE fechou em baixa ao redor de 1 por cento, mas longe da mínima do dia, quando ajudou a colocar o Ibovespa no vermelho. Dados nesta quinta-feira mostraram que a produção de minério de ferro da China caiu 15,9 por cento em abril, para 104,1 milhões de toneladas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below