Rússia suspende tarifa de exportação de trigo; embarques devem crescer

sexta-feira, 15 de maio de 2015 15:10 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia suspendeu tarifa sobre a exportação de trigo nesta sexta-feira com o objetivo de dar suporte aos produtores locais, enquanto o governo afirma que a medida poderia aumentar as vendas ao exterior em 1 milhão de toneladas.

O país, um dos maiores exportadores de trigo do mundo, inicialmente impôs uma tarifa 1º de fevereiro a 30 de junho, com o objetivo de frear uma alta nos preços internos do cereal e controlar a inflação de alimentos na sequência de uma queda acentuada no valor do rublo no final do ano passado.

Mas os preços do trigo russo têm caído, e o governo tinha indicado que iria suspender a tarifa em 15 de maio. Um novo tributo de exportação está previsto para ser implementado a partir de 1º de julho, sob uma fórmula diferente de cálculo.

O governo disse que a remoção da tarifa impulsionaria as exportações de trigo em 1 milhão de toneladas, mas não deu um prazo.

    "O documento (que autoriza a suspensão da tarifa) visa apoiar produtores nacionais", disse em um comunicado.

    Uma porta-voz do Ministério da Agricultura confirmou à Reuters que os exportadores russos não iriam pagar tarifa a partir de sexta-feira até a introdução do novo imposto, em 1º de julho.

Na temporada 2013/14, a Rússia exportou 25,2 milhões de toneladas de grãos, incluindo 18,2 milhões de toneladas de trigo, segundo o Ministério da Agricultura.

(Por Vladimir Soldatkin)