Contingenciamento deve ser anunciado na 5ª e publicado 6ª, diz líder do governo no Congresso

segunda-feira, 18 de maio de 2015 13:05 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Executivo deve anunciar o contingenciamento de gastos do Orçamento na quinta-feira, e publicá-lo no Diário Oficial na sexta-feira, afirmou o líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE).

O bloqueio, cujo montante deve ser definido entre 70 bilhões e 80 bilhões de reais, segundo fontes, dependerá do andamento de votações das medidas de ajuste fiscal que tramitam no Congresso.

As propostas foram o tema principal de reunião de coordenação política nesta segunda-feira, de acordo com Pimentel.

“O anúncio deverá ser na quinta-feita e publicado o decreto na sexta-feira”, disse o líder a jornalistas após a reunião.

“O diálogo (na reunião) girou muito mais em torno das medidas provisórias e do projeto de lei que trata da desoneração da folha. Isso tem consequência direta no contingenciamento”, disse.

“O fechamento (do valor a ser contingenciado) será feito. Agora ele poderá ser maior ou menor, dependendo do resultado dessas duas votações na Câmara”, afirmou.

A equipe econômica avalia que será preciso aumento de impostos para tentar cumprir a meta de superávit primário deste ano, após as mudanças feitas pelo Congresso em medidas provisórias relacionadas ao ajuste fiscal.

Segundo uma fonte do governo com informações sobre o assunto, que falou com a Reuters sob condição de anonimato, o Ministério da Fazenda acertou com a presidente Dilma Rousseff que haverá aumento dos tributos PIS e Cofins a ser feito por decreto.

  Continuação...