Dow Jones e S&P 500 fecham com pontuação máxima por menor temor de alta dos juros

segunda-feira, 18 de maio de 2015 17:54 BRT
 

Por Noel Randewich

(Reuters) - Os índices acionários Dow Jones e S&P 500 fecharam em pontuações recordes nesta segunda-feira, ajudados por um rali nas ações da Apple, assim como por dados econômicos fracos dos Estados Unidos, sugerindo que o Federal Reserve pode esperar para elevar a taxa de juros.

O S&P 500 fechou em sua pontuação máxima pela terceira sessão seguida, com alta de 0,3 por cento, a 2.129 pontos. O Dow Jones subiu 0,14 por cento, a 18.298 pontos, superando o recorde anterior, de 18.288 pontos, em 2 de março. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,6 por cento, a 5.078 pontos.

Um índice de confiança do mercado imobiliário caiu a 54 em maio, ante 56 em abril, apesar de os construtores verem as condições de mercado como favoráveis.

A desaceleração da expansão econômica nos meses recentes, refletindo em parte o dólar mais forte e o fraco crescimento dos salários, tem levado muitos investidores a mudar suas expectativas sobre quando o Federal Reserve vai começar a elevar a taxa de juros pela primeira vez desde 2006.

Nesta sessão, as ações da Apple subiram 1,1 por cento, a 130,19 dólares, depois que Carl Icahn, um dos dez maiores acionistas da empresa, disse que os papéis ainda estavam "dramaticamente subvalorizados" e que poderiam ser negociados a 240 dólares.

A Apple exerceu a maior pressão de alta nos três índices acionários.