OAS pede aval da justiça para receber até R$800 mi da Brookfield Infrastructure

segunda-feira, 18 de maio de 2015 21:28 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo OAS informou nesta segunda-feira que pediu aval do juiz responsável pela recuperação judicial da companhia para que ela receba da canadense Brookfield Infrastructure empréstimo de até 800 milhões de reais.

"A OAS precisa dessa linha de crédito para fortalecer seu capital de giro e enfrentar as sazonalidades típicas do mercado", afirmou a empreiteira em comunicado.

No fim de março, a OAS pediu recuperação judicial de nove empresas, enquanto buscava vender ativos e focar esforços no segmento de construção pesada, em meio à restrição de crédito por conta da Operação Lava Jato, que investiga um escândalo de corrupção envolvendo denúncias de sobrepreço em contratos da Petrobras com grandes empreiteiras.

A OAS diz ter mais de 50 obras em andamento no Brasil e 20 no exterior e precisa dessa linha de crédito para fortalecer seu capital de giro.

"Os recursos serão utilizados para dar continuidade a nossas atividades de construção pesada, pagar nossos fornecedores e preservar os 100 mil empregos, diretos e indiretos", afirmou a OAS em comunicado.

O empréstimo prevê que a OAS ceda como garantia uma parcela que detém na Invepar, que opera projetos de infraestrutura em transporte, como rodovias e aeroportos. A Brookfield também expressou sua intenção de adquirir o ativo no final do processo de recuperação judicial, informou a companhia, explicando que a canadense foi escolhida após análise de 40 propostas.

Até 22 de junho, a OAS vai submeter a credores o plano de recuperação, que inclui vender a participação na Invepar, a OAS Empreendimentos, OAS Óleo e Gás, OAS Soluções Ambientais, OAS Arenas, Estaleiro Enseada e OAS Defesa.

Até 18 de setembro, deverá ser convocada assembleia geral de credores para votar o plano de recuperação de judicial.

(Por Aluisio Alves)