Chinês Bank of Communications compra 80% do Banco BBM por R$525 mi

terça-feira, 19 de maio de 2015 12:07 BRT
 

(Reuters) - O chinês Bank of Communications anunciou nesta terça-feira a compra de cerca de 80 por cento do banco brasileiro BBM por estimados 525 milhões de reais, marcando a primeira aquisição do grupo no exterior.

O negócio foi divulgado no momento em que o premiê chinês, Li Keqiang, visita o Brasil, quando será assinada uma série de acordos entre os dois países.

"A proposta de aquisição do Banco BBM é a primeira compra do Bank of Communications no exterior. Também marca o primeiro passo da expansão do banco na América Latina", disse o banco chinês em comunicado, lembrando que a China vem sendo o maior parceiro comercial do Brasil desde 2009.

Com o BBM, o Bank of Communications expandirá seus negócios no mercado brasileiro e terá melhor estrutura para atender as atividades de investimento e comércio entre a China e o Brasil, bem como para oferecer serviços financeiros para empresas chinesas que buscam expansão internacional e clientes no Brasil.

O BBM foi fundado em 1858 e é uma das instituições financeiras mais antigas do Brasil. Seus principais negócios incluem crédito corporativo, private banking e negócios de tesouraria.

O BBM tem sede no Rio de Janeiro e possui unidades também em São Paulo e Salvador. O banco tinha no fim de 2014 ativos totalizando cerca de 3,1 bilhões de reais, segundo o Bank of Communications.

A compra do BBM será paga em dinheiro e financiada com recursos próprios da instituição chinesa. A transação ainda depende do aval de reguladores na China e no Brasil.

Outros acionistas com cerca de 18 por cento do BBM terão opção de venda de sua participação no banco brasileiro para o Bank of Communications, segundo comunicado.