Europa reduz expectativas gregas de acordo rápido enquanto o tempo passa

terça-feira, 19 de maio de 2015 13:15 BRT
 

ATENAS/BRUXELAS (Reuters) - Credores europeus minimizaram nesta terça-feira as esperanças da Grécia de um fim rápido das negociações sobre um acordo de ajuda e alertaram que as conversas precisam ser aceleradas antes que o país fique sem dinheiro.

Uma visão mais sóbria de Bruxelas e Berlim se contrapôs ao otimismo vigoroso demonstrado por Atenas. Autoridades gregas de alto escalão do novo governo de esquerda fizeram uma série de aparições em público para prometer que um acordo viria em poucos dias.

Autoridades da zona do euro disseram, no entanto, que as conversas não estão se movendo com a rapidez necessária para que se alcance um acordo num curto período de tempo.

"Mais tempo e esforço são necessários para superar as diferenças nas questões em aberto remanescentes. Consideramos que progresso está sendo feito, embora num ritmo lento", disse o porta-voz da Comissão Europeia Margaritis Schinas em coletiva de imprensa.

Após uma reunião em Berlim, os líderes da Alemanha e da França disseram que as conversas entre a Grécia e seus credores devem ser aceleradas para liberar mais empréstimos a Atenas.

"Eu diria que as conversas precisam acelerar... e esperamos que o fórum relevante - o Grupo (de negociações) de Bruxelas - possa conseguir um progresso claro, pois o acordo em fevereiro era de que um programa deveria estar montado até o fim de maio", disse a chanceler alemã, Angela Merkel, em coletiva de imprensa.

O presidente francês, François Hollande, concordou que as discussões com a Grécia precisam ser "aceleradas". E acrescentou: "Todos temos a mesma postura que é de que a Grécia deve ficar na zona do euro."

(Por Lefteris Papadimas e Jan Strupczewski)

 
Bandeira da Grécia em loja de Atenas.  23/04/2015   REUTERS/Kostas Tsironis