Produção de suco de laranja do Brasil cairá 28% em 15/16, diz indústria

terça-feira, 19 de maio de 2015 13:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de suco de laranja do Brasil na temporada 2015/16 deverá cair para 810 mil toneladas equivalentes congelado e concentrado, ante 1,122 milhão de toneladas no período anterior, com uma queda da safra da fruta destinada à indústria, estimou nesta terça-feira a CitrusBR, associação que reúne as maiores exportadoras do produto do Brasil.

"Tem um gap de 310 a 311 mil toneladas a menos que no ano passado.... Aconteceu o que todo mundo pensava que iria acontecer. A gente tem uma safra menor", afirmou o diretor-executivo da associação, Ibiapaba Netto, nesta terça-feira.

"Isso deve impactar nos estoques de junho de 2016", estimou o diretor-executivo.

A redução da produção no maior exportador global de suco de laranja ocorre em um momento de baixos preços do suco no mercado global.

O produto negociado na bolsa de Nova York está cerca de 50 mais barato ante o pico do início de 2012, o que vem desestimulando o plantio de pomares.

A safra de laranja 2015/16 de São Paulo e do sul de Minas Gerais, onde está situada indústria de suco do Brasil, foi estimada nesta terça-feira em 279 milhões de caixas de 40,8 kg, informou o Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), associação privada mantida pelos citricultores e pela indústria de suco.

Mas, segundo Ibiapaba Netto, a indústria deverá processar em 15/16 apenas cerca de 220 milhões de caixas do total estimado na safra, sendo a diferença --aproximamente 60 milhões de caixas-- ficando para o mercado interno de fruta in natura.

"Vai ter uma oferta de fruta de terceira e quarta floradas que a gente (indústria) não usa, pois é uma fruta com pouco suco", explicou o diretor-executivo.

Na safra anterior, a indústria processou 250 milhões de caixas de laranja, segundo a CitrusBR.   Continuação...

 
Trabalhadores carregam laranjas em fazenda em Limeira. 13/01/2012 REUTERS/Paulo Whitaker