Moscovici, da UE: acordo com Grécia é factível, mas ainda há diferenças grandes

quarta-feira, 20 de maio de 2015 08:19 BRT
 

PARIS (Reuters) - É possível chegar a um acordo com a Grécia nas próximas semanas, mas dependerá do grau de vontade política, uma vez que ainda há grandes diferenças nas discussões sobre questões trabalhistas e previdenciárias, disse nesta quarta-feira o comissário de Assuntos Econômicos da União Europeia, Pierre Moscovici.

"Precisamos correr, precisamos acelerar, um acordo precisa ser firmado nas próximas semanas. Acredito que é factível", afirmou durante sessão de um comitê do Senado francês, em Paris.

Referindo-se a declarações de autoridades gregas de que um acordo precisa ser alcançado até 5 de junho, Moscovici disse estar ciente de "tensões" sobre questões de liquidez, mas se recusou a estabelecer um prazo específico.

"O grau de vontade política determinará o que acontece em seguida", afirmou, acrescentando que houve mais progresso nas últimas três semanas do que nos meses anteriores.

"Mas ainda não chegamos lá. Ainda há grandes discordâncias... para chegarmos a um acordo nas próximas semanas, particularmente em relação a regras trabalhistas e previdenciárias".

 
Comissário de Assuntos Econômicos da União Europeia, Pierre Moscovici. 13/05/2015 REUTERS/Francois Lenoir