Regulador de aviação da China aplicará novos padrões para aéreas estrangeiras

quarta-feira, 20 de maio de 2015 08:28 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Companhias aéreas estrangeiras operando na China serão avaliadas pela agência reguladora de aviação do país, e aquelas que não conseguirem atingir os padrões de segurança serão proibidas de operar na China, disse a agência reguladora chinesa nesta quarta-feira.

De acordo com as novas regras de segurança, todas as 156 companhias aéreas estrangeiras na China serão avaliadas em 34 critérios, incluindo acidentes, cumprimento de regras e regulaçõees e número de reclamações de clientes relacionadas a segurança, disse a Administração de Aviação Civil da China.

As companhias estrangeiras serão avaliadas numa escala de 12 pontos, com pontuação sendo deduzida por violações ou acidentes. A licença de operação na China corre o risco de ser revogada com pontuações mais baixas, disse o regulador.

A agência reguladora não pôde ser encontrada para comentar. Em comunicado, no entanto, ela disse que regras similares já vigoram na União Europeia e nos Estados Unidos.

(Por Fang Yan e Matthew Miller)