Grécia não conseguirá pagar FMI em 5 de junho sem acordo, diz presidente do Parlamento

quarta-feira, 20 de maio de 2015 11:32 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia não será capaz de fazer um pagamento ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que vence em 5 de junho sem um acordo com seus credores internacionais, disse o presidente do Parlamento nesta quarta-feira.

Atenas terá de realizar vários pagamentos totalizando cerca de 1,5 bilhão de euros ao FMI no mês que vem e está envolvida em negociações com a instituição e com a União Europeia para assegurar um acordo que libere recursos a Atenas em troca de reformas antes de esgotar seus recursos.

"Agora é o momento em que as negociações estão se intensificando. Agora é o momento da verdade, em 5 de junho", disse Niko Filis, que integra o partido governista Syriza, ao canal de televisão ANT1.

"Se não houver acordo até então isso será a resposta ao atual problema de financiamento, eles não vão receber nenhum dinheiro", acrescentou.

Sem acesso aos mercados de dívida ou auxílio financeiro, o governo se vê travado em negociações árduas enquanto seus cofres se esvaziam.

 
Pensionistas gregos participam de protesto por melhora no sistema de saúde, em Atenas. 20/05/2015  REUTERS/Alkis Konstantinidis