Grécia propõe impor taxa sobre transações bancárias, dizem fontes

quarta-feira, 20 de maio de 2015 11:35 BRT
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia propôs a imposição de uma taxa sobre certas transações bancárias para levantar receita e atingir metas fiscais durante negociações com credores da União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI), disseram nesta quarta-feira duas fontes próximas às conversas.

"Ainda não há uma decisão final, mas está sendo discutida", disse uma autoridade do governo. "A proposta certamente não é sobre todas as transações bancárias".

Outra fonte próxima das conversas disse que a discussão ainda está em "nível preliminar".

O jornal Kathimerini havia publicado anteriormente que Atenas propôs uma taxa de 0,1-0,2 por cento sobre transações bancárias com o objetivo de arrecadar entre 300 milhões e 600 milhões de euros por ano.

As conversas com a UE e o FMI vêm se arrastando pelos últimos quatro meses com reformas trabalhistas e de aposentadorias, além de metas fiscais, figurando entre as questões que travam um acordo.

(Por Renee Maltezou)

 
Bandeira grega vista em Atenas.    22/04/2015  REUTERS/Kostas Tsironis