Mercado está interessado nas distribuidoras do grupo Eletrobras, diz diretor financeiro

quarta-feira, 20 de maio de 2015 14:24 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor financeiro e de relações com investidores da Eletrobras, Armando Casado, disse que o mercado está interessado nas distribuidoras do grupo, sem citar nomes de empresas.

"Praticamente todos os 'players' do mercado de distribuição têm interesse", disse, em conversa com jornalistas após audiência pública na Câmara dos Deputados.

Entre as empresas que devem ser negociadas estão a Celg (GO) e distribuidoras em Alagoas, Piauí, Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima.

Casado afirmou que a primeira distribuidora a ser vendida deverá ser a Celg, e lembrou que o contrato de compra das ações da empresa, feito junto ao governo de Goiás, já previa a venda do controle da companhia até 18 meses depois da renovação de sua concessão.

Segundo ele, se for possível, a ideia é tentar vender a empresa ainda este ano.

Recentemente, a Celg foi incluída no Programa Nacional de Desestatização (PND), primeiro passo para que seu controle seja vendido.

No início do mês, uma fonte próxima à estatal havia dito à Reuters que a venda do controle das distribuidoras deve começar este ano.

Casado lembrou que a Eletrobras aguarda ainda a divulgação, pelo governo, das condições de renovação das concessões de distribuição que vencem entre 2015 e 2017, entre as quais estão as empresas do grupo estatal que podem ser negociadas.

No governo, a expectativa é de que o decreto com as regras da renovação seja publicado na quinta-feira.

(Por Leonardo Goy)