Ibovespa tem 3a queda seguida e vai abaixo de 55 mil pontos com bancos

quarta-feira, 20 de maio de 2015 18:10 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em queda nesta quarta-feira pelo terceiro pregão consecutivo, com ações de bancos entre as principais pressões de baixa novamente e notícias relacionadas ao ajuste fiscal doméstico e à ata do Federal Reserve ocupando atenções.

O principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa, caiu 1,08 por cento, a 54.901 pontos. O volume financeiro somou 8,3 bilhões de reais.

Especulações que citaram potencial elevação da tributação de bancos e fim do mecanismo de Juros sobre Capital Próprio como estando entre as medidas de ajuste fiscal do governo federal voltaram a pesar no setor financeiro e em outras ações que também têm peso relevante no índice.

Pouco ajudou sinalização do relator do projeto que reverte parcialmente a desoneração da folha de pagamento de empresas de votar a proposta na Câmara dos Deputados apenas em junho, quando havia expectativa de votar o projeto nesta sessão.

Na véspera, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, havia dito que a aprovação do projeto no Congresso Nacional representará um voto de confiança do Poder Legislativo à atual política econômica.

Já a divulgação da ata da última reunião de política monetária do banco central norte-americano chegou a proporcionar algum suporte para o Ibovespa, disseram profissionais da área de renda variável, mas as vendas logo voltaram a prevalecer.

No documento, muitas autoridades do Fed são citadas como acreditando em abril que seria prematuro uma elevação de juros dos EUA em junho e que o impulso para a inflação era ofuscado por um mercado de trabalho mais fraco e indicadores econômicos piores.

  Continuação...