BCE sofre críticas por divulgar informações sensíveis a portas fechadas

quinta-feira, 21 de maio de 2015 07:49 BRT
 

Por Marc Jones e John O'Donnell

LONDRES/FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) está sendo criticado após um de seus integrantes apresentar informações sensíveis para o mercado em uma conferência fechada que contava com a participação de gestores de fundos de hedge, um dia antes de seu discurso ser divulgado publicamente.

Políticos e agentes do mercado criticaram o BCE devido ao discurso do membro do Conselho da instituição Benoit Coeuré, no qual ele afirmou que o banco central acelerará as compras de bônus conduzidas sob um programa que tem como fim evitar a deflação e ajudar a reanimar a economia da zona do euro.

Coeuré apresentou o discurso em conferência em Londres, da qual também participaram banqueiros e acadêmicos, na noite de segunda-feira. Quando o texto finalmente foi divulgado no site do BCE na manhã de terça-feira, o euro recuou com força, enquanto os preços das ações e títulos dispararam.

O BCE atribuiu o atraso entre o discurso e a publicação a um "erro interno de procedimento". Uma autoridade afirmou nesta quarta-feira que tomou medidas para garantir que esse problema não se repita.

Embora não esteja claro em que momento Coeuré revelou a informação sobre as compras de títulos, gráficos mostram que o euro recuou fortemente contra o dólar por volta da hora de suas declarações. O motivo para essa oscilação não ficou claro e também não se sabe se alguém que ouviu o discurso operou com base nessas informações antes de sua divulgação pública.

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 5644 7768)) REUTERS BBF CMO