Políticas que desconsideram diversidade entre países podem levar a desequilíbrios, vê Tombini

sexta-feira, 22 de maio de 2015 10:03 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta sexta-feira que, em um mundo mundo cada vez mais interconectado comercial e financeiramente, políticas monetárias que não levem em conta a diversidade natural entre países e os efeitos adversos sobre outras economias tendem a induzir desequilíbrios globais.

No discurso de abertura do segundo dia do seminário do BC de metas de inflação, no Rio de Janeiro, Tombini pontuou que os desequilíbrios que levaram à crise de 2008 foram um dos resultados mais visíveis de políticas e desenhos institucionais inadequados, acrescentando que um novo arcabouço de políticas está sendo construído para a promoção de um crescimento global mais sustentável.

(Por Marcela Ayres)

 
Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, durante seminário no Rio de Janeiro.  21/05/2015   REUTERS/Sergio Moraes