Wal-Mart nos EUA pede que fornecedores de carnes reduzam uso de antibióticos

sexta-feira, 22 de maio de 2015 11:45 BRT
 

(Reuters) - O Wal-Mart disse que suas unidades nos Estados Unidos estão pedindo que fornecedores de carnes reduzam o uso de antibióticos em rebanhos e criações e que forneçam relatórios anuais sobre a saúde de animais e a administração dos medicamentos.

O Wal-Mart U.S. e o Sam's Club U.S. estão solicitando que fornecedores não utilizem antibióticos como forma de garantir crescimento dos animais, disse a companhia nesta quinta-feira.

"Ouvimos nossos consumidores, e estamos pedindo que nossos fornecedores se empenhem em padrões melhores de relatório e medidas de transparência em relação ao tratamento de animais em fazendas", disse a vice-presidente sênior do Wal-Mart para sustentabilidade, Kathleen McLaughlin, em comunicado.

(Por Sruthi Ramakrishnan)