Índice europeu fecha em queda por setor de luxo, mas segue perto de máximas em 3 semanas

sexta-feira, 22 de maio de 2015 14:42 BRT
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em leve queda nesta sexta-feira, pressionado pelo setor de luxo após a Richemont alertar que os negócios seguem difíceis em importantes mercados asiáticos, mas continuou perto das máximas em três semanas devido à queda do euro.

O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,12 por cento, a 1.617 pontos.

O índice acumulou alta de quase 20 por cento em 2015 na esteira do programa de compra de títulos do Banco Central Europeu (BCE) e de taxas de juros nas mínimas históricas, afastando investidores do mercado de títulos e levando-os na direção de ações.

No entanto, alguns operadores começavam a adotar uma atitude mais cautelosa, buscando realizar lucro após as altas recentes para se proteger de um recuo, considerando a volatilidade recente no mercado de títulos.

"Estamos buscando vender quando o mercado está forte", disse Harry Shann, da Logic Investments.

A ação da Richemont caiu 1 por cento, após divulgar vendas fracas e alertar que os negócios seguem difíceis em Hong Kong e Macau. O declínio do papel da Richemont arrastou para baixo ações de seus pares, como Swatch e Kering.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,26 por cento, a 7.031 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,42 por cento, a 11.815 pontos.   Continuação...