25 de Maio de 2015 / às 20:45 / 2 anos atrás

Bancos e Vale amparam alta da Bovespa, em sessão de menor liquidez por feriado nos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta segunda-feira, sustentado pela recuperação de papéis do setor financeiro e avanço das ações da Vale, mas a liquidez foi afetada pela ausência de negócios em Wall Street em razão do feriado nos Estados Unidos.

O Ibovespa subiu 0,43 por cento, a 54.609 pontos. O volume financeiro da sessão somou apenas 3,6 bilhões de reais, bem abaixo da média do mês, de 7,45 bilhões de reais.

O ruído acerca de eventual discordância na equipe econômica, após o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não participar do anúncio do corte no Orçamento de 2015 na sexta-feira, chegou a afetar a abertura do pregão, mas perdeu força após o ministro negar divergências.

Levy classificou o corte orçamentário como “adequado” e acompanhou o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, em coletiva, após reunião de coordenação política, para dizer que o governo intensificou esforços para aprovar as medidas de ajuste fiscal no Congresso Nacional.

DESTAQUES

=ELETROBRAS liderou os ganhos do Ibovespa, com investidores atentos a uma notícia da Agência Estado de sexta-feira sobre representantes de acionistas minoritários terem ingressado com reclamação na Comissão de Valores Mobiliários para poderem eleger membro para a vaga dos preferencialistas no Conselho de Administração da empresa. Os papéis da companhia também vêm reagindo recentemente a expectativa de venda de concessões de distribuição. As ações preferenciais subiram mais de 6 por cento.

=CEMIG foi outro destaque na ponta positiva do índice, com elevação de mais de 3 por cento, em meio a encontro da empresa com analistas e investidores nesta sessão e expectativa para o julgamento na quarta-feira sobre a concessão da usina hidrelétrica de Jaguara, que a estatal mineira luta para prorrogar por mais 20 anos.

=BBSEGURIDADE também figurou entre as maiores altas, com ganho de quase 2 por cento, recuperando parte das perdas do último pregão, quando sofreu com o anúncio do aumento da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) para o setor financeiro. BANCO DO BRASIL, que controla a seguradora e que também sofreu com o anúncio, avançou 3,64 por cento.

=BRADESCO e ITAÚ UNIBANCO experimentaram uma trégua na sequência de perdas e subiram 0,95 e 0,37 por cento, respectivamente, favorecendo o avanço do Ibovespa dado o peso relevante na composição no índice, após caírem quase 10 por cento na semana passada por apreensões sobre efeito de aumento de tributação no setor.

=VALE também teve contribuição relevante para o desempenho positivo do Ibovespa, com as preferenciais em alta de 1,76 por cento, diante da valorização dos preços do minério de ferro na China.

=PETROBRAS ficou entre as maiores quedas, com as preferenciais recuando 2,14 por cento e as ordinárias em baixa de 1,91 por cento. Acionistas da estatal aprovaram nesta segunda-feira, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), as demonstrações contábeis da companhia de 2014, publicadas em abril. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) indeferiu na sexta-feira pedidos de dois fundos de acionistas preferencialistas da estatal para que a assembleia fosse adiada e disse que não cabia à autarquia decidir sobre eventual aquisição de direito de voto dos mesmos em assembleias após direção da estatal propor não pagamento de dividendos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below