Grécia pode contornar prazo para pagamento ao FMI em 5 de junho

terça-feira, 26 de maio de 2015 11:26 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Grécia, que passa por um aperto monetário, pode evitar o pagamento ao Fundo Monetário Internacional em 5 de junho e ganhar mais tempo para negociar um acordo de financiamento sem entrar em default se juntar todos os pagamentos ao FMI que vencem em junho e pagá-los no fim do mês, disseram autoridades nesta terça-feira.

A Grécia precisa devolver 300 milhões de euros ao FMI em 5 de junho, a primeira de quatro parcelas com vencimento em junho e que totalizam 1,6 bilhão de euros.

"Há a possibilidade de juntar vários pagamentos que a Grécia precisaria fazer ao FMI durante junho e então realizar um pagamento só", disse uma autoridade seniores da zona do euro próxima às conversas com Atenas.

Uma segunda autoridade familiarizada com as conversas também reconheceu essa possibilidade.

As autoridades observaram no entanto que a Grécia só poderia lançar mão de um truque assim se houver uma perspectiva crível de que um acordo de financiamento poderá ser comunicado aos mercados e aos cidadãos. Do contrário, o não pagamento pode desencadear o pânico no mercado e uma corrida aos bancos na Grécia.

(Por Jan Strupczewski)

 
Bandeira da Grécia ao lado de estátua da deusa Atena, em Atenas.  21/05/2015   REUTERS/Alkis Konstantinidis