Barra Energia estuda aumento de fatia em bloco se Petrobras vender, diz chairman

quarta-feira, 27 de maio de 2015 13:48 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A petroleira Barra Energia deverá estudar um possível aumento de participação no bloco BM-S-8, onde está a descoberta de Carcará, caso a Petrobras confirme a intenção de vender fatia majoritária na área, disse nesta quarta-feira o presidente do Conselho de Administração da empresa, João Carlos de Luca.

No entanto, Luca afirmou apenas ter ouvido especulações sobre o tema envolvendo venda de fatia de Carcará, considerada uma descoberta bastante promissora.

"Nós não temos confirmação oficial disso", afirmou a jornalistas. "Nós temos prioridade (em aquisições no BM-S-8), nossa situação é muito confortável", acrescentou, referindo-se à situação dos sócios da Petrobras.

A estatal tem 66 por cento de participação no bloco, enquanto a Galp conta com 14 por cento e a petroleira Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP) tem outros 10 por cento, assim como a Barra Energia.

A Petrobras não tem comentado quais blocos de petróleo estão em seu plano de desinvestimento de 2015 e 2016. Carcará tem sido citado na mídia como um dos ativos à venda.

A Barra Energia, entretanto, enfrentaria concorrência por fatia da Petrobras no bloco.

A QGEP disse recentemente que também avaliará aumentar sua participação no BM-S-8, caso a Petrobras decida se desfazer de parcela do ativo.

Luca disse ainda que a Barra Energia tem interesse em participar da 13ª Rodada de Licitação de Blocos Exploratórios de Petróleo, prevista para outubro.

Ele afirmou a companhia está avaliando novas oportunidades, mas que a participação na rodada ainda vai depender de estudos.

(Por Marta Nogueira)