Governo limita gastos com funcionamento de ministérios

quarta-feira, 27 de maio de 2015 20:48 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal irá limitar as despesas com o funcionamento dos ministérios, com exceção das pastas da Saúde e Educação, em portaria que será publicada na quinta-feira, informou nesta quarta-feira o Ministério do Planejamento, em uma medida para adequar os gastos ao contingenciamento orçamentário anunciado na semana passada.

A portaria impõe novos limites para gastos com diárias e passagens, apoio administrativo, consultoria, serviços de cópias, de telecomunicações, locação de imóveis, de veículos, de máquinas e equipamentos, de mão de obra e terceirização.

Além disso, suspende a realização de novas contratações relacionadas a aquisição e locação de imóveis e de veículos, reforma de imóveis e locação de máquinas e equipamentos.

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse nesta quarta-feira, durante audiência na Câmara dos Deputados, que a portaria estabelecerá uma meta de corte dos gastos de custeio dos ministérios de 15 por cento.

O governo federal anunciou na sexta-feira o contingenciamento de 69,9 bilhões de reais de despesas do Orçamento, em uma tentativa de cumprir a meta de superávit primário neste ano.

(Por Flavia Bohone)