Portucel vê estabilização do preço da celulose no 2º semestre, diz CEO

quinta-feira, 28 de maio de 2015 12:50 BRT
 

Por Shrikesh Laxmidas

LISBOA (Reuters) - A Portucel espera estabilização dos preços de celulose no segundo semestre de 2015 após forte alta na primeira metade do ano, mas a gestão prudente com a entrada de nova capacidade no Brasil e a forte demanda evitarão uma inversão de tendência, disse o presidente-executivo da empresa, Diogo da Silveira.

Em entrevista à Reuters, ele salientou que a celulose tem tido uma procura muito forte, com uma evolução muito positiva nos preços.

"Com certeza o segundo semestre será mais calmo, e não é certo que haverá uma inversão de tendência. Tem se falado muito de inversão de tendência, mas não é certo," afirmou.

Os preços de celulose branqueada de eucalipto começaram a se recuperar no quarto trimestre do ano passado, de uma queda iniciada em meados de 2013, e a tendência tem continuado neste ano.

Alguns analistas têm dito, contudo, que o avanço de preços deverá ser limitado durante o segundo semestre, com produtores de papel não integrados reduzindo o consumo e com a entrada em operação de nova capacidade no Brasil.

"Há mais capacidade a entrar no Brasil, mas os brasileiros têm mostrado que conseguem gerenciar essa entrada de capacidade de forma adequada e, como há uma procura significativa na celulose, acredito que o impacto não será tão grande quanto poderíamos temer há três ou seis meses," disse Silveira.