Grécia está aberta para ceder e selar acordo, diz ministro

sábado, 30 de maio de 2015 10:25 BRT
 

ATENAS (Reuters) - O governo grego está confiante na obtenção de um acordo com seus credores nesta semana e, para isso dar certo, também aberto para adiar parte de seu programa anti-austeridade, disse neste sábado o ministro do Interior do país, Nikos Voutsis.

A Grécia e os credores da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) enfrentam há semanas um impasse nas negociações de um acordo de troca de recursos por reformas, e a pressão está aumentando por um acordo, já que Atenas corre o risco de moratória sem a ajuda de um programa de auxílio que expira no dia 30 de junho.

"Acreditamos que podemos e devemos ter uma solução e um acordo dentro de uma semana", disse à emissora de televisão Skai o ministro do Interior, Nikos Voutsis, que não está envolvido nas negociações com os credores.

"Partes do nosso programa podem ser adiadas por seis meses ou talvez um ano, para haver equilíbrio", afirmou.    Ele não detalhou quais partes do programa anti-austeridade do partido Syriza seriam adiadas.    O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, chegou ao poder em janeiro com promessas de cancelar as medidas de austeridade, incluindo restabelecer o nível do salário mínimo e direitos coletivos.

(Reportagem de Angeliki Koutantou)