Esforço fiscal no Brasil vai levar pelo menos dois anos, diz Barbosa

segunda-feira, 1 de junho de 2015 11:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O esforço fiscal perseguido pelo Brasil vai durar pelo menos dois anos, afirmou nesta segunda-feira o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, ressaltando que o governo está procurando adotar uma postura gradual no reequilíbrio das contas públicas.

Em evento do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, Barbosa explicou que o congelamento de gastos neste ano foi tomado para manter estável a despesa obrigatória no país, que cresceria mesmo com a aprovação das Medidas Provisórias 664 e 665. Segundo o ministro, o ajuste fiscal no Brasil é mais rápido do que em outras economias avançadas porque a taxa de juros sobre a dívida líquida do país é muito alta.

(Por Renan Fagalde)

 
Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. 17/03/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino