PMI do HSBC de serviços da China sobe para 53,5 em maio, novos negócios avançam

quarta-feira, 3 de junho de 2015 07:19 BRT
 

Por Nathaniel Taplin

XANGAI (Reuters) - A atividade no setor de serviços da China acelerou em maio à medida que os novos negócios avançaram no ritmo mais rápido em três anos, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), uma rara boa notícia para as autoridades que lutam para reanimar a economia.

Ainda assim, economistas continuam cautelosos com o cenário econômico geral da China, uma vez que o crescimento do crédito continua fraco e a indústria estagnada, reforçando visões de que as autoridades ainda terão que adotar mais estímulo para evitar uma desaceleração mais forte.

O PMI de serviços do HSBC/Markit para maio atingiu 53,5, ante 52,9 em abril, bem acima da marca de 50 que separa expansão de contração. O dado de maio representa o quarto mês seguido de aceleração.

O subíndice de novos negócios chegou a 54,4, ante 52,8 em abril e é a leitura mais alta desde os 54,7 de maio de 2012.