Monsanto planeja aumento de oferta pela Syngenta em meio a crescente ceticismo

sexta-feira, 5 de junho de 2015 11:24 BRT
 

Por Pamela Barbaglia e Ludwig Burger

LONDRES/FRANKFURT (Reuters) - A norte-americana Monsanto e seus assessores trabalham a todo vapor para resolver todos os receios da Syngenta sobre possíveis problemas regulatórios para um acordo cujos riscos podem facilmente superar os benefícios.

Bancos de investimento e analistas esperam que a Monsanto eleve sua oferta em cerca de 10 por cento, para cerca de 500 francos suíços por ação, enquanto outros dizem que a Monsanto não pode se dar o luxo de ter uma nova proposta recusada e estaria disposta a fazer uma oferta de 550 francos para adquirir a empresa suíça.

Por outro lado, as chances de que órgãos antitruste possam bloquear a fusão continuam altas, uma vez que a empresa combinada iria controlar mais de 40 por cento do mercado norte-americano de sementes.

"O acordo pode não acontecer", disse uma fonte próxima à Syngenta que pediu para não ser identificada.

A fonte disse que há um crescente ceticismo entre os diretores da Syngenta de que as barreiras antitruste possam ser superadas.

A Monsanto disse em 20 de maio que tornaria o acordo "muito limpo" e "realmente fácil de ser feito", nas palavras do seu diretor de operações Brett Begemann, citando a venda da unidade de sementes da Syngenta e certos ativos de agroquímicos.