Índice acionário europeu fecha em queda pressionado por preocupações com Grécia

sexta-feira, 5 de junho de 2015 14:45 BRT
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em queda nesta sexta-feira, pressionado pelo recuo da bolsa grega às mínimas em um mês, após a Grécia adiar um pagamento de sua dívida.

O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,88 por cento, a 1.543 pontos. Já o índice grego ATG perdeu 5 por cento depois de chegar ao menor nível desde 6 de junho.

A ação da suíça Syngenta teve um dos piores desempenhos no FTSEurofirst, recuando 3,3 por cento por preocupações com obstáculos regulatórios a seu acordo com a empresa de agroquímicos norte-americana Monsanto.

A Grécia adiou o pagamento ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que venceria nesta sexta-feira, uma vez que o primeiro-ministro Alexis Tsipras exigiu mudanças aos duros termos dos credores internacionais por ajuda para evitar o default.

Estímulos econômicos do Banco Central Europeu (BCE), junto com taxas de juros em mínimas recordes, têm aliviado o impacto dos problemas relacionados à Grécia sobre os mercados acionários europeus em geral.

Entretanto, operadores veem o impasse grego como uma oportunidade de vender ações europeias, muitas das quais tiveram um bom desempenho até agora em 2015, com o FTSEurofirst 300 em alta de 13 por cento, embora o mercado grego tenha queda de 5 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,80 por cento, a 6.804 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,26 por cento, a 11.197 pontos.   Continuação...