CEO da American Airlines cita os riscos do aumento de capacidade

domingo, 7 de junho de 2015 16:18 BRT
 

MIAMI (Reuters) - O executivo chefe da American Airlines, Doug Parker, expressou preocupação, neste domingo, sobre o risco de o aumento da capacidade entre as companhias aéreas diminuir os lucros, mas disse à Reuters que, ao contrário de ciclos passados, o aumento da capacidade "parece diferente".

Questionado sobre as preocupações de investidores sobre o aumento de capacidade das companhias aéreas americanas começando a exceder o crescimento da demanda, Parker disse que a "verdadeira questão é se isso é um caso isolado porque o preço dos combustíveis está baixo ou se as empresas estão agindo como faziam antigamente e apenas aumentando a capacidade porque o momento é favorável".

"Eu não sei se sabemos a resposta disso ainda", disse Parker durante uma conferência global da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), em Miami.

As empresas americanas tiveram lucros de bilhões de dólares ano passado, depois que o preço dos combustíveis caíram. A consolidação da indústria também reduziu as forças que causavam crescimento de capacidade e guerra de preços.

O problema apareceu recentemente, depois que a American prometeu manter-se firme diante da rival Southwest Airlines Co aumentar sua capacidade em Dallas.

Os comentários motivaram a venda de ações da companhia aérea americana, diante do temor de que as duas vão começar a promover descontos para competir em Dallas. A cidade do Texas é uma base para as duas empresas, apesar de elas estarem em aeroportos diferentes.

Apesar das preocupações, Parker disse que essa rodada de crescimento de capacidade "parece diferente" porque as companhias aéreas e seus investidores aprenderam com as lições dos ciclos passados sobre os custos de aumentar a capacidade. "Eu acho que todos na indústria entendem isso", disse. 

(Por Alwyn Scott)