Syngenta rejeita segunda proposta de aquisição da Monsanto

segunda-feira, 8 de junho de 2015 07:45 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - A suíça Syngenta rejeitou uma segunda proposta de aquisição feita pela empresa de agroquímicos Monsanto nesta segunda-feira, afirmando que sua rival norte-americana não fez nenhuma tentativa para lidar seriamente com preocupações regulatórias sobre o potencial acordo.

A Monsanto, maior empresa mundial de sementes, enfrenta crescentes ameaças de escrutínio regulatório e oposição de consumidores. Uma iniciativa da produtora do herbicida Roundup para diversificar seu negócio está fazendo da Sygenta um alvo atraente, afirmam analistas.

Se a Monsanto adquirir a Syngenta, ganharia um amplo portfólio de fungicidas, inseticidas e outros herbicidas.

A Monsanto ofereceu no domingo o pagamento de uma taxa de rompimento reversa de 2 bilhões de dólares à Syngenta se não conseguir obter aprovações globais regulatórias para uma aquisição.

"A segunda carta da Monsanto contém o mesmo preço inadequado, os mesmos compromissos regulatórios inadequados a definir, os mesmos riscos regulatórios e as mesmas questões relacionadas a medidas para uma sede dupla", disse a Syngenta em comunicado. "A única mudança da Monsanto foi acrescentar uma taxa de ruptura regulatória reversa totalmente inadequada".

A Syngenta havia rejeitado anteriormente uma oferta de 45 bilhões de dólares, mas a Monsanto continuou buscando um acordo.

(Por Alice Baghdijan)