Importação de petróleo pela China cai 11% em maio

segunda-feira, 8 de junho de 2015 09:04 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - As importações de petróleo pela China caíram cerca de 11 por cento em maio ante o mesmo período do ano passado, na maior queda desde novembro de 2013, segundo dados da alfândega divulgados nesta segunda-feira.

Menores importações por parte da China, em um momento em que os mercados estão com um excesso de oferta na sequência da decisão da Opep de manter sua produção, pressionaram os preços do petróleo nesta segunda-feira.

A China importou 23,24 milhões de toneladas de petróleo bruto em maio, informou a alfândega. Esse volume deixou a China atrás dos Estados Unidos, que importou pouco menos de 30 milhões de toneladas no mês passado, de acordo com cálculos baseados em

dados do governo dos EUA.

Em uma base diária, as importações da China atingiram 5,47 milhões de barris em maio, uma queda de quase 26 por cento ante o recorde de abril, de 7,37 milhões de barris por dia (bpd).

Importações fortes pela China nos meses anteriores indicaram que "houve uma construção de estoques comerciais significativa", disse Seng Yick Tee, diretor da SIA Energia, em Pequim.

(Por Chen Aizhu e Jacob Grønholt-Pedersen)