Monsanto corteja acionistas da Syngenta para ganhar apoio a fusão

terça-feira, 9 de junho de 2015 11:21 BRT
 

ZURIQUE/FRANKFURT (Reuters) - A Monsanto está realizando uma série de encontros na Europa para cortejar acionistas da Syngenta, depois que a empresa suíça de sementes e agroquímicos rejeitou uma segunda oferta de aquisição da rival norte-americana na segunda-feira.

A abordagem inicial da Monsanto foi rejeitada pela Syngenta em maio, em parte porque não resolvia diversos questionamentos regulatórios.

A norte-americana Monsanto disse no domingo que havia oferecido pagar 2 bilhões de dólares à Syngenta se a fusão não conseguisse aprovação dos órgãos reguladores, mas a proposta foi rejeitada como "totalmente inadequada".

As reuniões com acionistas da Syngenta estão sendo organizadas pela Monsanto nesta semana em Londres, Zurique e outras cidades europeias, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

O diretor de operações da Monsanto, Brett Begemann, tinha reunião marcada com investidores da Syngenta nesta terça-feira em um hotel de luxo em Zurique, disse uma das fontes.

"O objetivo é convencer acionistas da Syngenta a pressionar a companhia a negociar com a Monsanto", disse outra fonte.

(Por Mike Stone em Nova York, Alice Baghdjian, Oliver Hirt e Ruppert Pretterklieber em Zurique, Simon Jessop e Nishant Kumar em Londres)