Opep diz que eleva produção de novo, mas excedente global deverá cair

quarta-feira, 10 de junho de 2015 09:29 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) expressou nesta quarta-feira confiança de que o excesso de oferta no mercado de petróleo irá cair à medida que a demanda aumente e que o crescimento da produção em países fora do grupo desacelere, em uma indicação de que sua estratégia de deixar os preços caírem, reafirmada em sua última reunião na semana passada, está funcionando.

Em seu relatório mensal, divulgado depois da decisão tomada em 5 de junho de manter a política de produção inalterada, a Opep destacou que espera que a oferta de produtores rivais irá cair no segundo semestre deste ano, após uma alta no primeiro.

A demanda mundial por petróleo vai crescer mais rápido do que cresceu em 2014, disse a Opep.

"O atual excedente de oferta no mercado deverá cair nos próximos trimestres", disseram os economistas da Opep no relatório.

Por outro lado, o documento também afirma que a produção de membros da Opep em maio subiu 24 mil barris por dia (bpd), segundo estimativas de fontes secundárias, em função de uma produção recorde na Arábia Saudita, principal exportador global, e de um aumento no bombeamento no Iraque e em Angola.

Se a Opep mantiver o bombeamento à taxa de março, o relatório inicial indica que haverá um excedente de produção de 440 mil bpd no segundo semestre de 2015, abaixo da média de 1,66 milhão de bpd estimados para o ano inteiro.

(Por Alex Lawler)