S&P rebaixa rating soberano da Grécia após adiamento de pagamento ao FMI

quarta-feira, 10 de junho de 2015 19:57 BRT
 

Atenas (Reuters) - A agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou o rating soberano da Grécia em mais um degrau dentro do território especulativo, questionando se a dívida grega é sustentável após o governo adiar um pagamento ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em comunicado, a S&P disse que rebaixou o rating para "CCC", ante "CCC+", e que, com o adiamento do pagamento da dívida ao FMI na última sexta-feira, o governo de Atenas parece estar priorizando pagamentos de pensões e os gastos domésticos em detrimento das obrigações da dívida.

A Grécia exerceu seu direito de agrupar todos os pagamentos ao FMI que vencem em junho e pagá-los antes do fim do mês.

No entanto, o parece pouco provável que o país seja capaz de pagar a dívida de 1,6 bilhão de euros sem fechar um acordo com seus credores internacionais, e as negociações em Bruxelas até o momento não avançaram, aumentando o risco de um default iminente.

A S&P também disse que dado o risco de a situação de liquidez do governo, seus bancos e da economia se deteriorar, a perspectiva para o rating da Grécia é negativa.

Na ausência de um acordo entre a Grécia e seus credores, a S&P disse que o governo grego provavelmente vai dar calote na dívida nos próximos 12 meses, e expressou pessimismo sobre a possibilidade de que qualquer outro alívio da dívida ou financiamento mais substancial possa ser acertado nos próximos dias.

(Por Angeliki Koutantou)