Regulador chinês confirma que trabalhará com MSCI para inclusão de ações classe "A"

sexta-feira, 12 de junho de 2015 08:33 BRT
 

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - O regulador dos mercados da China disse nesta sexta-feira que estabelecerá um grupo de trabalho conjunto com o provedor de índices internacionais MSCI, confirmando comunicado do próprio MSCI mais cedo nesta semana.

O porta-voz da comissão reguladora do mercado chinês, CSRC, Deng Ge, disse que o órgão irá conduzir uma pesquisa conjunta com o MSCI e empenhar-se para ajudá-lo a incluir ações da China continental em seu índice de mercados emergentes o mais rápido possível.

O MSCI disse na quarta-feira que não incluirá ações classe "A" da China continental listadas localmente em seu índice neste ano, citando preocupações de fundos estrangeiros sobre a transparência da conta de capitais chinesa e outras barreiras.

Esta é a segunda vez que o MSCI se recusou publicamente a incluir ações "A" chinesas no índice após sugerir que poderia fazê-lo em 2014.

(Por Zhang Xiaochong e Pete Sweeney)