Empresário italiano Tronchetti Provera é inocentado em caso de espionagem

sexta-feira, 12 de junho de 2015 11:36 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O empresário italiano Marco Tronchetti Provera foi inocentado na quinta-feira no caso sobre suposta espionagem industrial na Telecom Italia no começo da década dos anos 2000.

Tronchetti Provera, que liderou a Telecom Italia de 2001 a 2006 e agora é chairman da Pirelli, tinha sido declarado em julho de 2013 culpado pelo uso de informações roubadas.

O empresário, que sempre negou ter cometido qualquer crime, entrou com recurso contra a pena com suspensão condicional de 20 meses de prisão, e abriu mão de seu direito de se beneficiar do estatuto de limitações da Itália em abril.

"Essa questão tem se arrastado por 10 anos, eu estava confiante de que a verdade iria prevalecer", disse Tronchetti Provera, 67, após ter sido inocentado por um tribunal de recursos de Milão na quinta-feira.

Promotores públicos haviam pedido que a decisão do tribunal anterior fosse mantida.

O caso envolve a suposta compra de dados roubados sobre a atividade de uma agência que estava espionando a Telecom Italia durante uma disputa pelo controle da Brasil Telecom, que foi comprada pela antiga Telemar para dar origem à Oi.

O caso fazia parte de uma investigação mais ampla envolvendo acusações de que ex-funcionários da Telecom Italia teriam espionado personalidades italianas públicas através do roubo de dados sensíveis. Um juiz italiano arquivou o processo no ano passado.

(Por Manuela D'Alessandro)