Vendas da BMW caem na China pela primeira vez em uma década

sexta-feira, 12 de junho de 2015 13:49 BRT
 

FRANKFURT/MUNIQUE (Reuters) - As vendas de carros de passeio da marca principal da BMW na China caíram 5,5 por cento em maio, a primeira queda em mais de uma década no maior mercado automotivo do mundo.

Combinadas com as vendas da marca Mini, que cresceram 17,8 por cento, as vendas da BMW na China recuaram 4,2 por cento, ante expansão de 0,6 por cento em abril.

A última vez que a companhia registrou um declínio nas vendas nas marcas BMW e Mini e na marca BMW sozinha na China foi em janeiro de 2005, disse uma porta-voz. Ela acrescentou que maio deste ano teve dois dias a menos de vendas na China do que em maio de 2014.

A BMW está sofrendo pressão na China com a desaceleração na economia, a movimentação do governo para conter os preços de carros de luxo, um programa em teste permitindo que concessionárias não autorizadas vendam carros importados e tensões com grupos chineses de concessionárias.

No mundo todo, as vendas da marca principal da BMW subiram 4 por cento em maio para 159.129 veículos, impulsionadas por uma forte demanda nas Américas e a recuperação em curso no mercado automotivo da Europa.

(Por Georgina Prodhan e Irene Preisinger)