GE é advertida pela União Europeia sobre proposta para Alstom

sexta-feira, 12 de junho de 2015 17:20 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A General Electric estuda fazer concessões para dirimir receios da União Europeia de que a oferta de compra de uma unidade de energia da Alstom possa reduzir a concorrência, disse o grupo norte-americano nesta sexta-feira, após receber uma advertência da UE sobre a proposta.

A planejada compra do negócio de equipamentos de energia da Alstom por 12,4 bilhões de euros é um elemento-chave da expansão da GE para produtos industriais e a saída da área de finanças.

Mas reguladores estão preocupados com o fato de que a transação deixaria apenas duas empresas de turbina a gás na Europa, com a GE competindo apenas com a Siemens. Um terceiro rival global seria Mitsubishi Hitachi Power Systems.

A GE disse que estava confiante de fechar o negócio no segundo semestre, apesar do receio da UE.

A GE enfrentou um grande revés em 2001, quando a Comissão bloqueou a planejada a compra da Honeywell International por 42 bilhões de dólares, o que levou o governo americano a expressar preocupação sobre tratamento do caso da UE.

A autoridade de concorrência da UE deve decidir até 21 de agosto se autoriza o negócio.

(Reportagem de Foo Yun Chee)