Vice-chanceler alemão adverte Grécia de que paciência está se esgotando

domingo, 14 de junho de 2015 11:29 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A paciência com a Grécia está se esgotando, afirmou o vice-chanceler da Alemanha em um alerta para Atenas, que abordou a possibilidade de o país até mesmo deixar a zona do euro.

Em artigo de jornal, Sigmar Gabriel, líder do Partido Social Democrata (SPD), que geralmente tem sido simpático à Grécia, mostra um endurecimento da postura em relação a Atenas por parte de um dos principais membros da zona do euro.

Gabriel escreveu no jornal Bild: "Queremos ajudar a Grécia e também mantê-la no euro. Mas não só o tempo está se esgotando, mas também a paciência na Europa. Em toda a Europa, cresce o sentimento de que já basta."

"A sombra de uma saída da Grécia da zona do euro assume uma forma cada vez mais clara", escreveu ele.

"Repetidas tentativas aparentemente finais para chegar a um acordo estão começando a fazer todo o processo parecer ridículo. Há um número cada vez maior de pessoas que sentem que o governo grego está enrolando".

As observações de Gabriel, ministro da economia e líder de um partido da coalizão da chanceler Angela Merkel, representa a advertência mais forte até agora dos social-democratas.

(Reportagem de John O'Donnell)