Rússia corta juro mas alerta que ritmo de afrouxamento pode diminuir

segunda-feira, 15 de junho de 2015 10:14 BRT
 

Por Lidia Kelly

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia cortou sua principal taxa de juros nesta segunda-feira, em linha com as expectativas do mercado, mas informou que o ritmo de afrouxamento da política monetária pode desacelerar nos próximos meses devido aos riscos de inflação.

O banco central reduziu a taxa de juros para 11,5 por cento ante 12,5 por cento, ampliando o ciclo de afrouxamento que começou em janeiro para desfazer o aumento emergencial de 6,5 pontos percentuais do final do ano passado.

A autoridade monetária tem sofrido pressão para afrouxar a política monetária uma vez que a inflação desacelerou e os dados econômicos pioraram. A economia da Rússia está sentindo o impacto das sanções do Ocidente pela crise na Ucrânia e a queda nos preços globais do petróleo.

"O Banco da Rússia estará pronto para continuar cortando a taxa de juros conforme os riscos de inflação diminuem", informou o BC em comunicado. "Mas o potencial de afrouxamento da política monetária será limitado pelos riscos inflacionários nos próximos meses".