Venda de aço plano por distribuidores do Brasil cai em maio; estoque é maior em 5 anos

terça-feira, 16 de junho de 2015 11:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de aço plano por distribuidores de aço do Brasil recuaram 27 por cento em maio sobre o mesmo mês de 2014, segundo dados do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda) compilados por analistas do setor. Na comparação com abril, houve queda de 9 por cento.

O Credit Suisse disse em nota a clientes no final da segunda-feira que os números reforçam a visão de seus analistas de que a demanda doméstica continuará a ser um desafio e que ainda não atingiu o piso.

"Como não vemos sinais de uma recuperação acentuada, as estimativas do consenso para 2015 tendem a ser revisadas para baixo", escreveram os analistas do banco.

Ainda conforme os dados do Inda compilados pelos agentes do mercado, os estoques de aço plano entre distribuidores passaram para 4 meses de vendas em maio, o maior patamar desde dezembro de 2010, ante 2,7 meses um ano antes e 3,7 meses em abril.

"Nós sustentamos uma visão pessimista para as ações de siderúrgicas brasileiras, em razão do ambiente de demanda muito fraca, sem visibilidade de recuperação sustentada e nenhum poder de precificação no Brasil, além de estreiras margens de exportação", resforçou o Bank of America Merrill Lynch.

Para junho, o Inda prevê uma queda de 5 por cento nas vendas na comparação mensal. Na divulgação dos dados de abril, o Instituto havia estimado uma queda de 10 por cento frente ao mês anterior.

(Por Paula Arend Laier)