Autoridade da UE diz que não pagamento da Grécia ao FMI não precipitará default à zona do euro

quarta-feira, 17 de junho de 2015 09:00 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Uma autoridade da União Europeia afirmou nesta quarta-feira que, se a Grécia não fizer o pagamento de 1,6 bilhão de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) em 30 de junho, isso não irá precipitará um default dos empréstimos da zona do euro.

"Não há lógica, quanto mais presunção automática de que qualquer não pagamento ao Fundo levará a qualquer aceleração (de não pagamento dos empréstimos europeus pela Grécia)", disse a autoridade, que falou a repórteres sob a condição de anonimato.

Questionada sobre possíveis controles de capital à Grécia, a autoridade disse que o resgate de Chipre em 2013 mostrou que é possível, mas "muito indesejável".

(Reportagem de Robin Emmott e Francesco Guarascio)