Depois de Celg, prioridade da Eletrobras é venda de distribuidoras de AL e PI, diz fonte

quarta-feira, 17 de junho de 2015 17:45 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - Depois da venda do controle da distribuidora goiana Celg, que quer finalizar ainda este ano, a prioridade da Eletrobras (ELET6.SA: Cotações) será a privatização das distribuidoras de Alagoas (Ceal) e do Piauí (Cepisa), disse à Reuters uma fonte que participa diretamente das negociações.

O processo de venda de controle dessas duas empresas do Nordeste deve começar já este ano, mas o leilão propriamente dito deve ocorrer somente no ano que vem, disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

Com relação à Celg, a fonte disse que os estudos para a venda do controle da empresa estão em andamento e que as negociações com o banco que será atuará como assessor financeiro da operação já estão avançadas.

"O processo de venda da Celg está em andamento. Estão sendo verificados aspectos jurídicos e contábeis", disse.

Além da Celg, Cepisa e Ceal, a Eletrobras estuda a venda do controle de distribuidoras sob seu controle em Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima.

Também está em análise a venda de participações da empresa na área de geração de energia, principalmente em parques eólicos, segundo a fonte.

A venda dos ativos de distribuição da Eletrobras, porém, depende ainda da conclusão do processo de renovação das concessões do setor que vencem até 2017.

O Tribunal de Contas da União (TCU) suspendeu nesta quarta-feira o processo de renovação dos contratos até uma nova decisão do próprio tribunal sobre o mérito do assunto.   Continuação...