17 de Junho de 2015 / às 21:19 / em 2 anos

Bancos e Petrobras guiam queda da Bovespa em dia com Fed e vencimentos

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em queda nesta quarta-feira, pressionado particularmente pelo declínio dos papéis de bancos e da Petrobras, em sessão na qual o Federal Reserve sinalizou que a economia norte-americana parece forte o suficiente para suportar um aumento dos juros neste ano.

O Ibovespa caiu 0,84 por cento, a 53.248 pontos, em sessão também marcada pelo vencimento dos contratos de opções sobre o índice e do Ibovespa futuro.

O volume financeiro do pregão, influenciado pelos vencimentos, somou 12 bilhões de reais.

Autoridades do banco central norte-americano afirmaram em comunicado, divulgado após o término da reunião de política monetária de dois dias, que a economia dos Estados Unidos está crescendo moderadamente após a fraqueza vista no inverno e que provavelmente está forte o suficiente para aguentar um aumento de juros até o fim do ano.

Em nota a clientes, a gestora de recursos Icatu Vanguarda avaliou que o comunicado mostrou um Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) mais dividido em relação ao começo da alta de juros em setembro.

Logo após o comunicado Fomc, a Bovespa reduziu as perdas, mas passou a mostrar volatilidade, enquanto agentes também repercutiram declarações da chair do Fed, Janet Yellen, enfatizando que a decisão sobre os juros ainda estava em aberto e dependente da melhoria no mercado de trabalho.

O impasse em relação a dívida grega também contribuiu para a cautela no mercado. O banco central da Grécia alertou nesta quarta-feira que o país pode entrar em um "curso doloroso" na direção de um default e saída da zona do euro sem não houver uma acordo, enquanto o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse ser pequena a chance de desfecho na quinta-feira.

DESTAQUES

=ITAÚ UNIBANCO e BRADESCO perderam cerca de 2 cento, após ganhos expressivos na véspera, respondendo pela principal pressão negativa no índice dado o peso significativo que têm na carteira do Ibovespa, em dia de queda do setor bancário como um todo. BANCO DO BRASIL caiu quase 3 por cento.

=PETROBRAS terminou em queda de mais de 1 por cento, revertendo ganhos da primeira etapa do dia. O secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Marco Antônio Almeida, disse nesta manhã que o governo federal é contra mudanças nas regras do pré-sal. Na véspera, o Senado aprovou requerimento de urgência para discutir a obrigatoriedade da estatal deter pelo menos 30 por cento de participação nos campos do pré-sal.

=VALE fechou com os seus papéis preferenciais em queda de 1 por cento e os ordinários de 1,4 por cento, após o quarto dia de declínio nos preços do minério de ferro com entrega imediata na China, que recuaram para 60,90 dólares a tonelada no porto de Tianjin.

=USIMINAS caiu 3,3 por cento, em linha com o declínio do setor siderúrgico como um todo, diante de um cenário de deterioração da demanda por aço e declínio também dos preços do minério de ferro. A Usiminas, assim como a CSN, que caiu 2,24 por cento, também produz minério. GERDAU perdeu 2,7 por cento. O Instituto Aço Brasil (IABr) divulgou queda de mais de 20 por cento nas vendas de aço no mercado interno em maio.

=TIM PARTICIPAÇÕES destoou do viés geral e subiu 3,32 por cento, na esteira dos ganhos da sua controladora Telecom Italia, em meio a perspectivas de que o grupo de mídia francês Vivendi quer ampliar sua influência sobre a maior empresa de telefonia da Itália.

=CEMIG fechou com ganho de 0,31 por cento, revertendo perdas iniciais, após o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Tiago de Barros, afirmar à Reuters que as hidrelétricas estruturantes, como Jirau e Santo Antônio, poderão receber socorro financeiro, caso necessário, em função do déficit hídrico provocado pela seca dos últimos anos. TRACTEBEL TBLE3.SA, que também se beneficiaria da ajuda, se confirmada, também chegou a mudar de sinal e tocar a máxima da sessão, mas fechou em queda de 1,36 por cento. ELETROBRAS subiu 1,08 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below